sábado, 30 de abril de 2011

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Fotos do Treino no Vasco

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Fotos do Treino no Vasco

Fotos do Treino no Vasco


Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Como ocorre e qual o tratamento da Síndrome do Tra...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Como ocorre e qual o tratamento da Síndrome do Tra...: " Esta lesão é comum em corredores e ciclistas Também conhecido como Síndrome da Banda ílio tibial, é uma dorzinha na região lateral do joel..."

Como ocorre e qual o tratamento da Síndrome do Trato Ilio Tibial

 
Esta lesão é comum em corredores e ciclistas

Também conhecido como Síndrome da Banda ílio tibial, é uma dorzinha na região lateral do joelho, ela se dá pela fricção da banda iliotibial com o trato. É muito comum em atletas de corrida, principalmente quando estão correndo na subida ou na descida, onde o joelho não dobra muito, ficando em uma angulação de 25 a 35 graus. Mas o que é o trato ílio tibial?

O Trato Íliotibial (TIT) é uma fáscia longa localizada na face lateral da coxa. Origina-se de um pequeno feixe muscular no osso ilíaco na pelve, onde é denominado tensor da fáscia lata.

Uma de suas causas é o desbalanceamento muscular, causado entre agonistas e antagonistas e também a falta de alongamento muscular.

Outro esporte muito susceptível a esta lesão é o ciclista, pelos mesmos motivos dos atletas de corrida e também pela “ausência” do bike fit, onde o atleta não fica com boa postura na bike.

Esta patologia raramente é grave a ponto de necessitar tratamento cirúrgico, mas pode ser extremamente desconfortável e afastar os atletas de suas atividades.
Ela é uma patologia causado por
Overuse, muito comum em atletas de corrida e de longa distância.
Corredores com pés pronados estão mais susceptíveis a esta lesão, pois faz com que haja um esforço excessivo no joelho no intuito de corrigir a pisada e há também alguns casos de pessoas com fraqueza da musculatura glútea, pois o glúteo é responsável pela rotação do quadril.

Quais as suas causas?
  Fraqueza muscular, causando desequilíbrios entre agonistas e antagonistas
  Falta de alongamento muscular
  Joelho em valgo (para dentro )
  Pé em pronação
  Aumento súbito no tempo corrida,
  Treinar em terrenos irregulares, subidas e descidas
  Selim da bike muito alto
  Sapatilha da bike com rotação interna

Sintomas: O principal sintoma da Stit (Síndrome do Trato Iliotibial) é a dor, um pouco acima linha articular joelho, parte lateral.

Tratamento: medicamentoso ( sempre orientado por um médico ), fisioterapia e em casos mais crônicos é necessária a interrupção das atividades para realizar o tratamento. Neste caso, o retorno aos esportes deve ser gradual.

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Utilização da crioterapia no futebol: mitos e verd...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Utilização da crioterapia no futebol: mitos e verd...: "Não há consenso na literatura quanto à aplicação da imersão em água gelada (IAG); dados também são reduzidos à categoria juvenil do gênero..."

Utilização da crioterapia no futebol: mitos e verdades



Não há consenso na literatura quanto à aplicação da imersão em água gelada (IAG); dados também são reduzidos à categoria juvenil do gênero masculino
 
Para melhora da estrutura e da função musculares são necessários microtraumas que sinalizem processos regenerativos. Exercícios novos em que o atleta não está acostumado a executar, que sejam de alta intensidade e com ação muscular excêntrica, são os maiores causadores de microtraumas que podem gerar desconfortos entre 12 e 72 horas.
Entre os mecanismos de sinalização encontram-se a liberação de processos inflamatórios, mudança de distribuição de fluxo intra e extracelulares, edema, rigidez muscular, diminuição da amplitude articular e dor muscular tardia. Quanto mais perdurarem esses sinais e sintomas, mais prejudicado estará o desempenho do atleta e, por este motivo, a combinação adequada entre os treinamentos de alta intensidade, jogos e período de recuperação é fundamental para o sucesso competitivo (Goodall e Howatson, 2008).
Das técnicas utilizadas para acelerar o processo de recuperação muscular encontram-se dieta rica em carboidrato, recuperação ativa, eletro estimulação, massagem, aplicação de contraste, crioterapia, entre outras (Barnett, 2006).
A crioterapia consiste em retirar a temperatura corporal para minimizar os efeitos negativos dos microtraumas e aumentar o bem-estar dos atletas e tem se popularizado no futebol pela aplicação de imersão em água gelada (IAG).
Apesar de hipoteticamente reduzir fatores inflamatórios e minimizar desconfortos musculares e articulares, os resultados mostrados na literatura com aplicação de IAG são contraditórios.

Em um trabalho de revisão sistemática muito interessante, Bleakley e Davison (2010) apresentaram resultados de estudos que utilizaram diferentes sujeitos e várias modalidades esportivas. Os autores destacam que embora a IAG possa causar alterações hemodinâmicas, respiratórias, metabólicas, antioxidantes e endócrinas, não incluíram no estudo nenhum dado relacionado ao futebol.
O primeiro estudo a investigar os efeitos da IAG em jogadores de futebol parece ter sido feito em 1996 por Cross, Wilson e Perrin. Os autores avaliaram o desempenho de atletas da 3ª divisão na corrida de ida e volta; no salto unilateral em 6m de distância e no salto vertical unilateral com e sem IAG (20min a 13°C). Os resultados indicaram redução no salto vertical e no teste de ida e volta não havendo diferença significativa no salto de 6m. Apesar da pouca especificidade das tarefas relacionadas ao futebol, os resultados são curiosos já que ao contrário do que se imaginava, a IAG ao invés de causar alguma melhora, manteve ou piorou o desempenho.
Com o intuito de verificar se a IAG surtia algum efeito, Rowsell et. al., (2009) analisaram o desempenho de atletas juniores após cada partida de futebol num total de quatro ocasiões. Os autores formaram dois grupos em que um fez IAG (n=6; 5 ciclos de 60s de imersão a 10ºC e 60s a 24ºC - temperatura ambiente) e outro fez imersão em água com temperatura ambiente (n=7; e 5 ciclos de 60s de imersão a 34ºC e 60s a 24ºC - temperatura ambiente). Após avaliarem testes físicos (salto contra-movimento, 12 tiros de 20m com 20s de descanso entre cada um deles), percepção subjetiva de esforço durante uma corrida submáxima (12 km/h), fatores inflamatórios (Creatina cinase, mioglobina, interleucinas 1b, 6 e 10) e bioquímicos (lactato desidrogenase), não encontraram diferença significativa entre os grupos em nenhuma das variáveis avaliadas.
Com o objetivo de comparar três diferentes estratégias de recuperação, Kinugasa e Kilding, (2009) aplicaram IAG + banho quente (12ºC e 38ºC, respectivamente); IAG + recuperação ativa (12ºC e bicicleta ergométrica); e alongamento de rotina pós treino em 28 jovens futebolistas (14,3+0,7 anos). Após três jogos de futebol executados com 24 horas de intervalo entre cada um, os pesquisadores avaliaram salto vertical, frequência cardíaca, temperatura do tímpano, e a percepção na qualidade da recuperação muscular 10 minutos depois de cada jogo, após cada tipo de intervenção e depois de 24 horas. Os resultados demonstraram diferença somente na percepção da qualidade de recuperação após a intervenção do protocolo, porém normalizada após 24 horas.
Ascenção et. al. (2010) compararam o efeito da IAG (10min a 10°C) e da imersão termoneutra (10min a 35°C) em 20 futebolistas juniores. Creatina cinase, mioglobina, proteína C-reativa, salto (vertical e contramovimento), velocidade (tiro de 20m), força isométrica de quadríceps (isocinético) e percepção de dor muscular tardia (quadríceps, panturrilha, adutor e isquitibiais) foram analisados antes, 30min, 24h e 48h após o jogo. Em relação ao período de tempo, ambos os grupos aumentaram creatina cinase (30min, 24h e 48h), mioglobina (30min), proteína C-reativa (30min e 24h) e dor muscular tardia. Houve redução da altura do salto e da força máxima de quadríceps. O tiro de 20m não apresentou diferença entre os períodos.
Comparando os grupos, houve diferença significativa na creatina cinase (30min, 24h e 48h), mioglobina (30min), proteína C-reativa (30min, 24h e 48h), força do quadríceps (24h) e dor muscular tardia no quadríceps (24h), panturrilha (24 h) e adutor (30min). Esses resultados indicam que embora a IAG não melhore variáveis específicas do futebol (tiro e salto), ela parece reduzir a sensação de dor muscular tardia e pode aliviar o desconforto dos atletas.
Mais recentemente, Rowsell et. al., (2011) compararam o efeito da crioterapia (5x1min a 10ºC) e da hidroterapia (5x1min a 34ºC) nas velocidades de deslocamento e na percepção subjetiva de esforço pós-jogo em 22 juniores em quatro partidas de futebol realizadas com 24h de intervalo. Embora ambos os grupos tenham reduzido a distância percorrida em alta intensidade (>15km/h), a distância total e o tempo de manutenção da frequência cardíaca na zona acima 90% da máxima entre o primeiro e último jogo, não houve diferença entre o grupo que fez crioterapia do que fez hidroterapia. Apesar disso, o grupo que realizou IAG amenizou a sensação de dor nas pernas, a sensação de cansaço geral, manteve-se maior tempo na zona de FC moderada e amenizou a queda da distância total percorrida, mostrando efeito positivo da IAG versus a hidroterapia.
Esse é um aspecto interessante, já que derruba a hipótese de alguns autores que acreditavam que parte dos benefícios da IAG se dava exclusivamente em função da pressão hidrostática e não por causa da temperatura da água.
Um único trabalho que utilizou atletas profissionais como amostra foi realizado na Polônia por Korzonek-Szlacheta et. al., 2007. Após 10 sessões de crioterapia, os autores avaliaram as concentrações séricas de hormônios de 22 atletas (estradiol, testosterona, sulfato de dehidroepiandrosterona (DHEA) e do hormônio luteinizante) mostrando redução significativa da testoterona e do astradiol. Tais alterações foram atribuídas pela alteração da circulação sanguínea, porém, por não medir desempenho, o estudo não permite nenhuma extrapolação prática.
Pelo apresentado, verifica-se que não existe consenso na literatura quanto à aplicação da IAG. Além disso, os dados são reduzidos à categoria juvenil do gênero masculino. Parte da controvérsia encontrada entre os diferentes estudos pode ser explicada pelas diversas metodologias aplicadas, já que variações do método de IAG, diferença nas características dos sujeitos, no nível de condicionamento, no período de treinamento, nas variáveis selecionadas e no tempo pós-esforço para coletada de dados limitam comparações.
Conclui-se que ainda não existem razões científicas suficientes que justifiquem a utilização da IAG e sua efetividade poderá ser testada quando a ciência responder as seguintes perguntas:
01 – Qual a temperatura ideal da água para realização da IAG?
02 – Qual o tempo ideal de permanência?
03 - A imersão deve ser contínua ou intercalada co outra estratégia?
04 – Quais as interferências da maturação e do gênero nas respostas da IAG?

Enquanto isso não ocorrer, caberá a cada clube, comissão técnica e atleta decidir se o custo-benefício dessa prática valerá ou não a pena.

César Cavinato Cal Abad*

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Bioquímica tenta superar dogma para ser aceita no ...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Bioquímica tenta superar dogma para ser aceita no ...: "Infelizmente, a área de pesquisa bioquímica do exercício ainda é encarada como uma área que '... não é para ser aplicada, efetivamente, ao ..."

Bioquímica tenta superar dogma para ser aceita no futebol


Infelizmente, a área de pesquisa bioquímica do exercício ainda é encarada como uma área que "... não é para ser aplicada, efetivamente, ao futebol, onde a maioria das pesquisas é voltada para a saúde, sobretudo para a qualidade de vida das pessoas" (Cidade do Futebol, 10/05/2006) . Acreditamos que isso ocorra em função do desconhecimento do potencial de aplicação da bioquímica nos esportes de competição. Assim, vamos iniciar nosso artigo tentando explicar o que vem a ser isso, bioquímica do exercício.

A bioquímica é uma ciência experimental, que permite a quantificação das alterações metabólicas induzidas por qualquer tipo de estresse, entre eles os induzidos pelos treinamentos e competições anuais. Ou seja, a bioquímica aplicada ao futebol possibilita a avaliação dos diferentes níveis de alterações metabólicas e de lesão muscular através de análises clínicas específicas, feitas no sangue e suas frações (células vermelhas, células brancas e plasma).

É importante ressaltar que o sangue reflete o estado fisiológico de todos os tecidos, permitindo com isso mensurar (quantificar) biomarcadores que respondem ao exercício, positivamente ou negativamente.

O Laboratório de Bioquímica do Exercício (Labex) pesquisa quais análises sanguíneas são mais sensíveis para mostrar adaptação ou mal-adaptação ao treinamento desde 1996. Desde essa época desenvolvemos a técnica de detecção do limiar de estresse, com o objetivo de avaliar, principalmente, se o tempo destinado à recuperação dos atletas entre sessões de treino ou jogos está adequado.

Resumidamente, essa técnica consiste na realização de algumas análises bioquímicas no sangue dos jogadores ao longo dos treinamentos e competições. Através da comparação dos valores dessas análises, dos jogadores com eles mesmos e, frente ao grupo nos diferentes momentos é possível discriminar aqueles jogadores com valores alterados dos respectivos intervalos de referência para a modalidade. De acordo com nossa proposta, somente aqueles jogadores acima do seu limiar de estresse são submetidos a um período regenerativo maior.

Vale a pena ressaltar que algumas dessas análises sanguíneas também possibilitam o diagnóstico do perfil nutricional do grupo, contribuindo para o trabalho do nutricionista, que pode fazer correções também mais individualizadas, mesmo seguindo um cardápio único.

O trabalho feito até o momento pelo Labex com atletas de diferentes modalidades tem se mostrado profilático (diminuem as freqüências nos departamentos médicos dos clubes), econômico, pois permite a individualização parcial das cargas de treinamento somente quando necessário, otimizando os efeitos do treino para todo o grupo e pedagógico, porque permite uma discussão mais balizada dos efeitos da periodização do treino, e com isso uma correção, quando necessário, da metodologia utilizada.

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Especialistas esclarecem mitos e verdades sobre go...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Especialistas esclarecem mitos e verdades sobre go...: "Consumo de gorduras benéficas ao organismo auxiliam na prevenção de problemas cardíacos Muitas pessoas ainda têm dificuldades para inserir n..."

Especialistas esclarecem mitos e verdades sobre gordura na alimentação

Consumo de gorduras benéficas ao organismo auxiliam na prevenção de problemas cardíacos

Muitas pessoas ainda têm dificuldades para inserir no cardápio diário alimentos ricos em nutrientes e que possuam pequenas quantidades de gorduras prejudiciais à saúde. Para isso, a leitura de rótulos e uma consulta simples ao nutricionista podem esclarecer as dúvidas mais frequentes em relação as gorduras.

Também conhecidas como lipídeos, as gorduras são consideradas nutrientes de alta densidade energética. Ligadas ao colesterol sanguíneo, o consumo excessivo de alimentos ricos em ácidos graxos, saturados e trans elevam os níveis de colesterol, sendo este um importante fator de risco para doenças cardiovasculares.

— O excesso da ingestão de gorduras ruins, por exemplo, pode causar aumento dos níveis de colesterol e triglicérides  sanguíneos, entupimento das artérias e, consequentemente, aumento e de outros problemas cardiovasculares — explica o cardiologista e nutrólogo Daniel Magnoni.

Presentes em alimentos de gordura vegetal e animal, cada grama de gordura equivale a 9 kcal, sendo que sua ingestão não deve ultrapassar um terço das calorias consumidas diariamente. 

As gorduras são divididas em dois grupos: saturadas e insaturadas. As saturadas e as trans aumentam o colesterol ruim no sangue (LDL). Já as insaturadas, divididas em poli-insaturada (Ômega 3 e Ômega 6) e monoinsaturada (Ômega 9) são conhecidas como gorduras do bem, pois atuam no colesterol bom (HDL).

De acordo com a  nutricionista Rosana Perim, quando substituímos as gorduras ruins pelas boas auxiliamos na redução dos níveis de colesterol e consequentemente os riscos cardiovasculares.

— Para reduzir esses riscos indicamos um consumo regular de frutas oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas), de peixes de águas frias (sardinha, pescada, atum, salmão) do azeite de oliva e óleos vegetais (soja, milho, girassol e canola) além de alimentos a base de soja — explica Rosana.

— Alternar o consumo de carnes vermelhas e aves por peixes, aumentar o consumo de fibras (verduras, frutas, legumes, cereais) e substituir alimentos à base de laticínios por produtos de soja, como hambúrguer, queijos e leite são algumas dicas que tornam a dieta mais saudável e nutritiva e sem riscos à saúde — completa a nutricionista. 

Para ingerir mais gorduras benéficas, substitua:

:: Leite integral por leite semidesnatado ou desnatado;

:: Iogurtes por iogurte desnatado e light;

:: Manteiga por margarinas cremosas ou light;

:: Creme de leite por creme de leite light;

:: Chantilly por iogurte desnatado batido;

:: Queijos amarelos (prato, mussarela, parmesão) por queijo branco magro ou frescal, ricota e cottage;

:: Maionese por maionese light;

:: Carnes gordas (cupim, picanha, costela) por carne magras (coxão mole e duro, patinho, lagarto, músculo, filé mignon);

:: Embutidos (salsicha, linguiça, mortadela, salame, bacon) por peito de peru e chester;

:: Massas com molho gratinado, 4 queijos e rosé por massas com molho ao sugo, bolonhesa e alho e óleo;

:: Frituras e preparações à milanesa e à dorê por cozidos, ensopados, grelhados e assados;

:: Pão doce, pães recheados, folhados e croissant por pães integrais, pão de aveia, pão francês, pão light ou pão sírio;

:: Biscoitos recheados, amanteigados e waffle por biscoitos integrais, água e sal e cream cracker;

:: Legumes com cremes, gratinados e à dorê por verduras cruas e frescas, legumes cozidos no vapor ou preparado na margarina (sauté);

:: Frutas carameladas, com leite condensado ou doces de frutas em calda por frutas frescas, com iogurte desnatado batido, doces dietéticos e saladas de frutas;

:: Chocolate, bolos recheados e doces por barra de cereais, gelatina, compotas de frutas ou goiabada.

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Diego Souza diz estar 100% e garante que correspon...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Diego Souza diz estar 100% e garante que correspon...: " Camisa 10 fez trabalho especial durante esta semana. Ricardo Gomes espera que o meia repita desempenho que teve no clássico com o Botafogo..."

Diego Souza diz estar 100% e garante que corresponderá na decisão

 

Camisa 10 fez trabalho especial durante esta semana. Ricardo Gomes espera que o meia repita desempenho que teve no clássico com o Botafogo

Por Fred Huber Rio de Janeiro
diego souza vasco treino (Foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco)Diego Souza fará sua primeira final pelo Vasco
(Foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco)
Principal contratação do Vasco para esta temporada, Diego Souza ainda está em busca de sua melhor forma. Neste domingo, às 16h (de Brasília), na final da Taça Rio, contra o Flamengo, ele tem a oportunidade ideal de começar a conquistar de vez a torcida cruzmaltina. Nos primeiros jogos, ele foi prejudicado por um corte no pé, sofrido logo em sua estreia. Poupado contra o Náutico, na quarta-feira, ele cumpriu um planejamento especial para chegar inteiro na decisão.
Confiante, o camisa 10 disse que está "preparadíssimo" e garantiu que irá ter um grande desempenho contra o Rubro-Negro.
- Estou 100%. Preparadíssimo, confiante e concentrado para jogar. A motivação é grande por estar em uma decisão em tão pouco tempo de Vasco. Graças a Deus sempre consegui corresponder em jogos assim, e domingo não será diferente.
 Na sexta-feira, o técnico Ricardo Gomes comentou sobre sua expectativa em relação a Diego Souza. O comandante disse que espera uma o meia seja tão decisivo quanto foi em sua estreia, quando o Vasco venceu o Botafogo e ele fez um belo gol (assista no vídeo ao lado).
- Espero que ele tenha uma atuação como a que teve contra o Botafogo. Aquela foi por euforia, espero que desta vez seja pela boa preparação - afirmou Gomes.
Diego Souza contou como foi sua semana de preparação para a decisão, tanto nos treinos dentro do clube quanto em casa.
- A semana foi maravilhosa. Semana de clássico é sempre boa. Pude trabalhar muitas coisas que preciso. A rotina muda, nem fiquei muito na rua, a melhor coisa é ficar em casa.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Preparador físico do Vasco diz já conversou com Ju...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Preparador físico do Vasco diz já conversou com Ju...: "Preparador já conversa com Juninho Pernambucano sobre sua forma física Foto: Twitter/Reprodução Juninho Pernambucano ainda não se apres..."

Preparador físico do Vasco diz já conversou com Juninho


O Vasco, através do presidente Roberto Dinamite, já oficializou que o ídolo do clube,  Juninho Pernambucano , reforçará a equipe de São Januário na .... Foto: Twitter/Reprodução Preparador já conversa com Juninho Pernambucano sobre sua forma física
Foto: Twitter/Reprodução


Juninho Pernambucano ainda não se apresentou ao Vasco, mas a comissão técnico cruz-maltina já se preocupa com seu condicionamento físico. O preparador Rodrigo Poletto afirmou nesta quinta-feira que já conversou com o Reizinho, através de e-mails, para ter informações sobre seus treinamentos no Catar e poder ajudá-lo a ficar a disposição do técnico Ricardo Gomes o mais rápido possível.
"Eu já conversei com ele por e-mail. Já me passou tudo que vem fazendo lá no Qatar. Estamos trocando informações sobre o que faz lá para eu poder ajudá-lo a estar disponível o mais rápido possível quando chegar. Isso facilita bastante. É muito profissional e vai ajudar com experiência", disse Poletto à Rádio Brasil.
O preparador aproveitou para falar sobre o lateral direito Fagner, que vou aos gramados na partida de quarta-feira contra o Náutico, e o volante Eduardo Costa. Segundo ele, ambos já estão a disposição de Ricardo Gomes. Agora cabe ao treinador escalá-los ou não.
"Pedi para o Fagner fazer qualquer tipo de movimento, para ver se estava sentindo algo ou tinha algum receio. Garantiu que não sentia dores. Conversamos com o técnico e deixamos a sua disposição. Participou de quase 45 minutos do último jogo e se sentiu bem. Agora esta a disposição para o clássico de domingo e poderá jogar os 90 minutos. O Eduardo Costa é um atleta experiente. Sabe dosar bem o jogo. Fisicamente treina bem e tem uma condição física boa", disse

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Entrevista Exclusiva do Preparador Físico do Vasco...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Entrevista Exclusiva do Preparador Físico do Vasco...: "1- Rodrigo, “a pergunta que não quer calar” o Fagner já está pronto para a partida de domingo contra o Flamengo? Já esta treinando n..."

Entrevista Exclusiva do Preparador Físico do Vasco Rodrigo Poletto ao Jornal do Vascão




1-      Rodrigo, “a pergunta que não quer calar” o Fagner já está pronto para a partida de domingo contra o Flamengo?
Já esta treinando normalmente com o grupo e não sente mais dores no joelho.
2-      Você como preparador físico, o Chaparro já está em condição de jogo?
O Chaparro esta se adaptando ao futebol brasileiro, esta em condições físicas e a disposição do técnico.
3-      O que você pode dizer sobre o condicionamento físico do Diego Souza, já está 100% ou precisa melhorar ainda mais?
O Diego Souza chegou ao cube e entrou em uma maratona de jogos, optamos por deixar ele fora desse jogo da copa do Brasil, para participar de uma semana inteira de treinamentos e estar em sua melhor performance nos jogos da final do estadual.
4-      Tem algum jogador que você gostaria de ver jogando no Vasco?
Gosto sempre de valorizar o grupo com que trabalho, temos grandes jogadores em nossa equipe e bons garotos nas categorias de base que darão muitas alegrias aos torcedores.
5-      Qual o jogador do elenco que o senhor mais admira?
Admiro sempre atletas comprometidos com o objetivo da comissão técnica e do clube, hoje temos um grupo assim, portanto prefiro destacar o grupo todo.
6-      Quais os outros clubes que o senhor já passou? E qual marcou a história de sua carreira?
Trabalhei por mais de 10 anos no E.C. juventude, depois Dínamo de Moscou - Rússia, Seleção do Panamá, Paysandu e Vasco.
Todos os clubes onde passei marcaram muito em minha carreira pois sempre fiz muitos amigos, no juventude participei das duas melhores campanhas do clube na série A do brasileiro em 2002 e 2004 e  no Paysandu foi importante pelo titulo de Campeão Estadual e onde fui eleito o melhor preparador físico da competição em 2009.
7-      Deixe uma mensagem para o torcedor Vascaíno nessa final de campeonato.
Torcedores Vascaínos precisamos muito dessa vibração, união e torcida incessante durante todos os jogos nessa reta final de campeonato Carioca e Copa do Brasil, somente com essa soma de esforços poderemos conquistar nossos objetivos e sermos campeões!!!


Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Feliz com a volta, Juninho não garante permanência...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Feliz com a volta, Juninho não garante permanência...: "Meia diz que sua promessa era vestir novamente a camisa cruz-maltina, e não se aposentar no clube. Ansioso, ídolo não vê a hora de reencontr..."

Feliz com a volta, Juninho não garante permanência na Colina em 2012

Meia diz que sua promessa era vestir novamente a camisa cruz-maltina, e não se aposentar no clube. Ansioso, ídolo não vê a hora de reencontrar a torcida

Por Fred Huber e Rafael Cavalieri Rio de Janeiro
Juninho Pernambucano com a camisa do Vasco (Foto: Divulgação / Site Oficial do Vasco)Juninho Pernambucano veste a camisa do Vasco
(Foto: Divulgação / Site Oficial do Vasco)
A torcida vascaína não vê a hora de, após dez anos, ver novamente Juninho Pernambucano com a cruz de malta no peito. E a recíproca parece ser verdadeira. Após o anúncio da contratação do jogador com contrato até dezembro deste ano, a contagem regressiva começou. O meia está muito entusiasmado com o que chama de um "grande desafio", mas não garantiu que permanecerá na Colina em 2012. Ele disse que, entre outras possibilidades, pode acertar com outro time ou então assumir um cargo diretivo em algum clube, inclusive o Vasco.
- Volto com contrato até dezembro, cumprindo o que sempre falei. Depois eu decido minha vida. Se sentir que ainda tenho condições, posso renovar com o Vasco por mais tempo ou jogar por outro clube. A promessa era um dia voltar a vestir a camisa do Vasco, e não encerrar a carreira pelo clube. Caso decida parar, existe a possibilidade de assumir um cargo na comissão técnica ou até mesmo na diretoria, mas isso é para decidir só lá na frente - afirmou o jogador, por telefone, ao GLOBOESPORTE.COM.
As possibilidades futuras são muitas, mas a única certeza no momento é uma só: a felicidade por retornar ao clube onde é idolatrado é muita. E, em meio a essa alegria, Juninho mostrou um lado profissional e consciente raro de se ver no meio do futebol. O apoiador abriu mão de grandes salários para receber um valor simbólico, precisamente R$ 600, para evitar com que o clube tenha prejuízo caso ele não renda o que todos esperam.
- Foi um desejo meu. O Vasco imaginava que teria de fazer grandes engenharias para conseguir o meu retorno, mas não foi assim. Vão ser duas opções para me pagar: classificação para a Libertadores ou título da Copa Sul-Americana. Se não der certo, o clube não vai ter prejuízo. Volto sem qualquer parceria com empresa alguma - explicou.
Juninho falou ainda sobre a saudade da torcida vascaína, de São Januário, a expectativa da família pelo retorno ao Rio de Janeiro e sobre a própria idolatria com o Vasco. Ele acha que não merece tanto! Confira abaixo a entrevista completa.
GLOBOESPORTE.COM: São dez anos longe do futebol brasileiro e do Vasco. Como está a expectativa pelo retorno?
JUNINHO: Foram dez anos longe e fica uma expectativa muito grande. Estou feliz demais em voltar a vestir a camisa do Vasco. Vai ser um desafio, mas estou pronto para isso. A felicidade de retornar a São Januário é enorme. Reencontrar a torcida vai ser um momento especial.
Como foi a negociação?
Tinha a opção de renovar com o Al-Gharafa por mais dois anos. Mas, se isso acontecesse, não teria condições de cumprir minha promessa de um dia voltar. Era agora ou nunca. Inclusive, quando cheguei ao Qatar há dois anos achei que não iria voltar. A vida aqui é mais light, passo mais tempo com a família e eu continuei jogando bem. Mas o Roberto foi a Recife no início do ano e ali eu comecei a pensar. Ele me falou da vontade do Vasco em contar comigo, sobre o projeto envolvendo meu futuro. Ali comecei a pensar.
Muitos jogadores voltam do exterior e passam por problemas. Bate uma insegurança em relação ao seu desempenho?
É um desafio mesmo. Falam em medo, mas não é isso. Tecnicamente o futebol brasileiro é muito melhor. Aqui o ritmo é mais lento. O jogador que não gostar de treinar vai perder ritmo e sofrer com essa dificuldade. Mas não é o meu caso. Sempre gostei de treinar e o mais importante não é a quantidade de treinos e sim a qualidade. Geralmente os jogadores precisam de tempo e isso é justamente o que eu não tenho. Mas vou me preparar muito nesses meses para compensar.
Já tem data para iniciar os trabalhos?
Imaginava que poderia ser inscrito logo no início do Brasileiro, mas não será possível. Então, para não perder ritmo, vou tirar apenas cinco dias de férias e chegar já trabalhando. Tenho trocado e-mails com o preparador físico do Vasco (Rodrigo Poletto) já para combinar como vai ser o trabalho. Vou ter dois meses de treino e o ritmo de jogo vai vir com as atuações. As complicações são muitas e por isso fiz esse contrato simbólico. Mas me sinto pronto. Se você perguntar para quem trabalha comigo todos vão dizer que eu posso jogar no futebol brasileiro. Mas o ideal é esperar e não falar antes.
Sobre o Vasco, está preparado para escutar ao vivo a torcida reviver seu gol contra o River Plate pela Libertadores no Estádio Monumental de Nuñez?
Vai ser especial. Espero que os gritos se transformem em energia forte para mim e eu consiga superar todas as dificuldades. Sou muito grato pelo reconhecimento da torcida e acho até que nem merecia tanto.
Acha então que a idolatria aumentou após a sua saída?
Foram dez anos longe e fica uma expectativa muito grande. Estou feliz demais em voltar a vestir a camisa do Vasco. Vai ser um desafio, mas estou pronto para isso. A felicidade de retornar a São Januário é enorme"
Juninho Pernambucano
A imagem reforçou muito porque infelizmente nos últimos anos o Vasco não teve conquistas expressivas. Eu e Felipe somos os únicos em atividade que ganharam títulos no clube. Participei de uma geração vitoriosa e tudo foi muito marcante para a torcida. Eu fiz muito menos que jogadores como Edmundo e Romário, por exemplo. Sobre o Dinamite então nem falo. Era uma peça importante, mas não um protagonista como eles.
E a família? Sua mulher e filhas estão felizes com o retorno ao Vasco e ao Brasil?
O projeto já era certo. Passamos muito tempo fora do país e a ideia já era voltar. A Giovanna, minha filha mais velha, está muito feliz. Ela foi a única que me viu jogar pelo Vasco e hoje está com 15 anos. Ela sempre cantou o hino e já ensinou isso para as mais novas, Maria Clara e Rafaela, que nasceram em Lyon.
Falando no Lyon, existe um contrato arquivado com o clube no qual você pode voltar como dirigente. Existe essa possibilidade?
Quando saí do Lyon fizemos esse contrato e eu tenho ele guardado. É uma possibilidade que passa pela minha cabeça. Vivi anos maravilhosos por lá e tive um rendimento excelente. Mas isso é algo para ser discutido lá na frente. No momento, a felicidade maior é o retorno ao Vasco.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Saiba quais são os benefícios que os exercícios ab...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Saiba quais são os benefícios que os exercícios ab...: "Equilíbrio postural, melhora na respiração e proteção às áreas sujeitas a hérnias são alguns dos benefícios Exercitar o abdômen não é benéfi..."

Saiba quais são os benefícios que os exercícios abdominais produzem no organismo

Equilíbrio postural, melhora na respiração e proteção às áreas sujeitas a hérnias são alguns dos benefícios
Exercitar o abdômen não é benéfico apenas para fortalecer os músculos da região e ajudar a eliminar aquela barriguinha indiscreta. Exercícios abdominais proporcionam uma série de benefícios para a saúde.
 
 

Estudos mostram que ao longo dos anos esses músculos perderam grande parte de sua potência devido a posição ereta. Por causa disso, tornou-se essencial o fortalecimento da região, que tem como objetivo deixar o abdômen forte.

Um abdômen rijo promove não só uma melhor aparência estética, como também, somada a uma boa alimentação e a prática de exercícios aeróbicos, melhora a capacidade de digerir alimentos. Quem garante é a Sociedade de Gastroenterologia da Austrália.

Além de melhorar a digestão, um abdômen bem trabalhado também melhora o equilíbrio postural, dá uma maior sustentação das vísceras, aperfeiçoa a respiração, previne contra traumatismo e também evita a diástase (fenômeno que separa as extremidades do músculo abdominal).

sábado, 23 de abril de 2011

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Vascão derrota o Olaria e avança à decisão da Taça...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Vascão derrota o Olaria e avança à decisão da Taça...: "Futebol Profissional 23 / 04 / 2011 - 20:05 Empurrados pela torcida que compareceu em peso no Engenhão, o elenco vascaíno derrotou a equipe..."

Vascão derrota o Olaria e avança à decisão da Taça Rio

Futebol Profissional 23 / 04 / 2011 - 20:05
Empurrados pela torcida que compareceu em peso no Engenhão, o elenco vascaíno derrotou a equipe do Olaria por 1 a 0 neste sábado (23/04), e com isso, alcançou a classificação para a decisão da Taça Rio que será disputada no dia 01 de maio, contra o vencedor de Fluminense e Flamengo que se enfrentam neste domingo (24). O gol do Vasco sobre o Olaria foi marcado por Eder Luis.
O jogo
Mesmo contando com o apoio de seu torcedor, que lotou o Engenhão, o Vasco iniciou a partida nervoso e foi o Olaria, apesar de ter entrado em campo sem nenhuma responsabilidade, que começou a partida pressionando. Logo aos quatro minutos, Felipe arriscou de longe e obrigou Fernando Prass a fazer uma grande defesa.

A equipe da Rua Bariri seguiu atacando, mas sem levar perigo. O Vasco, por sua vez, aos poucos foi crescendo na partida, mas também sem assustar. Até os 20 minutos, o melhor momento do Gigante da Colina na partida foi com Diego Souza, que aos 18 minutos teve um gol anulado.

O jogo seguiu truncado e apesar da equipe cruzmaltina ter a maior posse de bola na partida, o Olaria marcava bem e impedia a criação de jogadas dos comandados do técnico Ricardo Gomes. Bem defensivamente, o adversário voltou a assustar nos minutos finais do primeiro tempo. Após grande tabela com Waldir, Felipe arriscou da entrada da grande área e acertou a trave.

Se o jovem atacante do Olaria parou na trave, o mesmo não se pode dizer de Eder Luis. Após receber um fantástico lançamento de Fellipe Bastos aos 38 minutos, o camisa 7 invadiu a área, driblou o goleiro Henrique e abriu o placar no Engenhão: VASCO 1 x 0 Olaria. Aos 43 minutos, Vítor tentou igualar o placar, mas não conseguiu impedir que o Gigante da Colina fosse para o intervalo em vantagem.

O segundo tempo começou com o Vasco pressionando e em busca do segundo gol. Logo aos dois minutos, Eder Luis fez uma grande jogada pelo lado direito e cruzou a bola. Mostrando oportunismo, Alecsandro se antecipou ao zagueiro adversário e finalizou, mas para sua infelicidade o goleiro Henrique estava atento e fez uma grande defesa.

Dois minutos mais tarde, o camisa 1 do time da Rua Bariri voltou a trabalhar. Após cruzamento de Ramon, Alecsandro cabeceou forte e parou outra vez no arqueiro adversário. Quem também tentou com a cabeça foi o zagueiro Dedé aos nove minutos, mas assim como o companheiro não conseguiu balançar as redes.

O Olaria respondeu aos 15 minutos com Felipe. Após receber ótimo passe de Waldir, o jovem atacante bateu de fora da área e obrigou Fernando Prass a realizar uma boa intervenção. No minuto seguinte foi a vez de Renan também arriscar e parar no camisa 1 da equipe cruzmaltina.

O Gigante da Colina seguiu dominando as ações e aos 22 minutos perdeu uma grande chance com Diego Souza. Após receber passe de Felipe, o camisa 10 arriscou de longe e tirou tinta da trave do goleiro Henrique. No minuto seguinte, o técnico Ricardo Gomes resolveu fazer a primeira substituição na equipe vascaína. Eder Luis, autor do gol, deu lugar ao jovem Bernardo. Em menos de dez minutos em campo, o camisa 31 sofreu um pênalti aos 30 minutos. Confiante, o apoiador pediu para bater, mas acabou acertando a trave.

O desperdício da penalidade abalou a equipe cruzmaltina, que durante alguns minutos foi encurralada pela equipe do Olaria. Percebendo a queda do Vasco, o técnico Ricardo Gomes fez duas últimas substituições. Alecsandro e Allan deram lugar a Elton e Eduardo Costa.

VASCO: Fernando Prass, Allan (Eduardo Costa), Dedé, Anderson Martins e Ramon; Romulo, Fellipe Bastos, Felipe e Diego Souza; Eder Luis (Bernardo) e Alecsandro (Elton). Técnico: Ricardo Gomes.

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Preparador físico garante um Vasco 'inteiro' na se...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Preparador físico garante um Vasco 'inteiro' na se...: "Futebol Profissional 22 / 04 / 2011 - 09:00 Apesar da desgastante maratona de jogos seguidos no Campeonato Estadual e na Copa do Brasil, o ..."

Preparador físico garante um Vasco 'inteiro' na semifinal

Futebol Profissional 22 / 04 / 2011 - 09:00
Apesar da desgastante maratona de jogos seguidos no Campeonato Estadual e na Copa do Brasil, o preparador físico Rodrigo Poletto garante que o elenco vascaíno estará inteiro na semifinal da Taça Rio, partida que acontece neste sábado (23/04), às 18h30, contra o Olaria, no Engenhão.

- Como não temos jogo no meio de semana, temos mais tempo para trabalhar e trabalhar com tranquilidade. Os atletas sentiram o desgaste da maratona, mas já conseguimos colocá-los num nível bom novamente para que eles cheguem bem dispostos na decisão de sábado – disse o preparador físico com exclusividade ao site oficial.

Rodrigo Poletto também falou sobre os trabalhos que estão sendo realizados com o time nesta semana decisiva.

- Agora podemos retomar alguns detalhes que não podíamos fazer com a sequência de dois jogos na semana. Tivemos a segunda-feira e a terça para recuperação e na quarta intensificamos mais os trabalhos. Realizamos um trabalho de mais força, o que não podíamos trabalhar antes, com a sequência de dois jogos na semana – finalizou.

Na terça-feira (19), o elenco cruzmaltino realizou um treinamento de dois toques em espaço reduzido e finalizações. Já nesta quarta-feira (20), o técnico Ricardo Gomes comandou um coletivo no campo reduzido. Após a atividade, os jogadores treinaram finalizações.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Alimentação rica em fibras reduz risco de doenças ...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Alimentação rica em fibras reduz risco de doenças ...: "A conclusão é de um estudo americano Um estudo publicado na revista Archives of Internal Medicine descobriu que uma alimentação rica em fibr..."

Alimentação rica em fibras reduz risco de doenças cardíacas e respiratórias

A conclusão é de um estudo americano
Um estudo publicado na revista Archives of Internal Medicine descobriu que uma alimentação rica em fibras reduz o risco de morte por doenças cardiovasculares, infecciosas e respiratórias. As fibras ajudam a baixar os níveis de colesterol, glicemia e pressão arterial.

Os médicos envolvidos no estudo recomendam o consumo de frutas, vegetais e grãos integrais na alimentação diária. A recomendação é de 15 gramas de fibras para cada mil calorias alimentares ao dia.

As fibras ajudam os movimentos intestinais e assim reduz o nível de colesterol no sangue. Elas ajudam a melhorar os níveis de glicose no sangue e da pressão arterial, reduzindo a inflamação que causa o câncer.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Rodrigo Poletto explica trabalho de recuperação dos jogadores com maratona de jogos


- Quando pegamos as tabelas dos campeonatos, logo pensamos na programação. Olhamos os espaços para saber onde poderíamos realizar um treino mais forte e onde tínhamos que segurar mais os trabalhos - falou.

18 de Abril de 2011
O Vasco terá o espaço de uma semana até o próximo jogo contra o Olaria, pela semifinal da Taça Rio, sábado, às 18h30, no Engenhão. Porém, antes disso, o time passou por uma maratona de jogos e viagens que causou um desgaste físico nos jogadores. Mas para amenizar o cansaço, o elenco realiza um trabalho de recuperação com o preparador físico Rodrigo Poletto.
- Ficamos preocupados com esta maratona de jogos, principalmente com as viagens longas, que são cansativas. Sempre procuramos fazer um trabalho de recuperação. Um trabalho de manutenção das capacidades físicas, o que está dando um retorno excelente. Sabemos que o atleta começa a sentir o cansaço, então trabalhamos para minimizar estes efeitos – disse o preparador físico Rodrigo Poletto ao site oficial do clube.
Segundo ele, assim que sai a tabela de jogos, a comissão já analisa as brechas do calendário para saber que tipo de treinamento será utilizado com os jogadores. Assim, evita-se um maior desgaste físico dos atletas.
- Quando pegamos as tabelas dos campeonatos, logo pensamos na programação. Olhamos os espaços para saber onde poderíamos realizar um treino mais forte e onde tínhamos que segurar mais os trabalhos - falou.

domingo, 17 de abril de 2011

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Preparador físico Rodrigo Poletto comenta sobre o ...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Preparador físico Rodrigo Poletto comenta sobre o ...: "Futebol Profissional 17 / 04 / 2011 - 23:47Como ninguém é de ferro, o elenco vascaíno está sentindo um desgaste pelos últimos jogos disputad..."

Preparador físico Rodrigo Poletto comenta sobre o trabalho de recuperação dos atletas

Futebol Profissional 17 / 04 / 2011 - 23:47
Como ninguém é de ferro, o elenco vascaíno está sentindo um desgaste pelos últimos jogos disputados. Mas graças ao trabalho de recuperação que a comissão técnica está realizando com os atletas, o cansaço está sendo vencido pela disposição, já que o Vasco, invicto há 10 jogos, está fazendo uma boa campanha na Copa do Brasil e teve a melhor campanha da fase classificatória do segundo turno do Campeonato Carioca.
- Quando pegamos as tabelas dos campeonatos, logo pensamos na programação. Olhamos os espaços para saber onde poderíamos realizar um treino mais forte e onde tínhamos que segurar mais os trabalhos. Ficamos preocupados com esta maratona de jogos, principalmente com as viagens longas, que são cansativas. Sempre procuramos fazer um trabalho de recuperação. Um trabalho de manutenção das capacidades físicas, o que está dando um retorno excelente. Sabemos que o atleta começa a sentir o cansaço, então trabalhamos para minimizar estes efeitos, com trabalho de recuperação, trabalho nutricional e o da fisiologia – disse o preparador físico Rodrigo Poletto com exclusividade ao site oficial.
Rodrigo Poletto comentou também sobre o trabalho complementar. Atividade que realiza com os jogadores que ficam no banco de reservas e com os atletas que não são relacionados. Um exemplo do bom trabalho do preparador é o meia Bernardo, que está tendo boas atuações e também, é o artilheiro do time na temporada com oito gols.
- Também estamos fazendo um trabalho complementar com os atletas que ficam no banco e com os jogadores que não são relacionados. Todo este suporte tem dado certo, porque os atletas que entram, jogam bem, têm suportado bem e ajudado muito a equipe. Este cuidado com os atletas que ficam de fora é muito importante, porque eles também fazem parte do grupo. É importante cuidar de todos os detalhes - concluiu o preparador físico vascaíno.

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Prass destaca o bom condicionamento físico da equi...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Prass destaca o bom condicionamento físico da equi...: "Futebol Profissional 14 / 04 / 2011 - 15:34Com a bela atuação vascaína na vitória por 3 a 0 sobre o Náutico nesta última quarta-feira (13/04..."

Prass destaca o bom condicionamento físico da equipe

Futebol Profissional 14 / 04 / 2011 - 15:34
Com a bela atuação vascaína na vitória por 3 a 0 sobre o Náutico nesta última quarta-feira (13/04), em Recife, nem parecia que o Vasco tinha disputado anteriormente, três partidas na mesma semana (Bangu, ABC, Cabofriense).

Para o goleiro Fernando Prass, a atuação impecável de sua equipe nas oitavas de final da Copa do Brasil, se deve ao bom condicionamento físico do elenco.

- Disputamos três partidas na mesma semana e dá para ver em nossos rostos que estamos cansados. Só que nossa atuação contra o Náutico provou que estamos muito bem fisicamente. Tivemos uma movimentação muito boa, não precisamos correr tanto, porque ficamos mais com a bola e isso desgasta menos – comentou a Muralha da Colina com exclusividade ao site oficial.

Segundo Prass, a vitória sobre o Náutico foi uma das melhores partidas do Vasco neste ano de 2011.

- Pela expectativa que se criou para a partida, já que o adversário vinha de 10 vitórias seguidas nos Aflitos, podemos considerar que nossa vitória sobre o Náutico foi uma das melhores partidas do Vasco no ano – concluiu.
 

sábado, 16 de abril de 2011

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Allan elogia trabalho do preparador físico do Vasc...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Allan elogia trabalho do preparador físico do Vasc...: "Futebol Profissional 16 / 04 / 2011 - 19:41Já classificado para a semifinal da Taça Rio, o Vasco entra em campo neste domingo (17/04), para ..."

Allan elogia trabalho do preparador físico do Vasco

Futebol Profissional 16 / 04 / 2011 - 19:41
Já classificado para a semifinal da Taça Rio, o Vasco entra em campo neste domingo (17/04), para enfrentar o Olaria, às 16 horas, em Macaé, no último jogo da fase classificatória do returno.
Segundo o meia Allan que está atuando improvisado na lateral direita, mesmo com a vaga garantida na próxima fase, sua equipe vai buscar a vitória até o final da partida.

- Quando o Vasco entra em campo tem que jogar para ganhar. Já estamos classificados, só que mesmo assim, vamos buscar a vitória sobre o Olaria. Vamos lutar até o final para conseguir a vitória e chegar bem na semifinal – disse o prata da casa com exclusividade ao site oficial.

Sobre a maratona de jogos que o Vasco está tendo, Allan revelou que existe um cansaço. Entretanto, o vascaíno não quer saber de descanso.

- Estamos tendo vários jogos seguidos e estamos cansados. Mas quando entramos em campo, temos que dar o máximo de nós. O descanso fica para depois do jogo. O preparador físico Rodrigo Poletto está fazendo um bom trabalho de recuperação do time, com bastante alongamento para evitar lesão e banheiras de água fria. O trabalho dele está ajudando muito a diminuir o desgaste dos jogos – concluiu.
 

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Calorias do beijo

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Calorias do beijo: "Beijar estimula o cérebro a produzir o oxitocina, um hormônio que nos dá sensação de bem-estar. Durante um beijo apaixonado, uma pessoa movi..."

Calorias do beijo

Beijar estimula o cérebro a produzir o oxitocina, um hormônio que nos dá sensação de bem-estar. Durante um beijo apaixonado, uma pessoa movimenta 29 músculos e também gasta calorias – 5 deles são equivalentes a um quindim. Veja como queimar as calorias de outros alimentos beijando:

Torcida do Vasco da Gama


terça-feira, 12 de abril de 2011

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Chocolate

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Chocolate: "Chocolate pode ser mais eficiente do que suco de fruta no combate aos radicais livresO alimento originário do cacau é mais antioxidante do q..."

Chocolate

Chocolate pode ser mais eficiente do que suco de fruta no combate aos radicais livres
O alimento originário do cacau é mais antioxidante do que a bebida natural
Pesquisadores americanos chegaram a conclusão que o chocolate pode ser mais eficiente no combate aos radicais livres do que um suco de frutas. O alimento feito à base de cacau possui mais antioxidantes.

O poder do chocolate é atribuído aos flavonóides que proporcionam muitos benefícios à saúde, entre eles a prevenção de problemas cardíacos, alterações no sistema nervoso e até mesmo o surgimento de rugas.

As frutas incluídas no estudo foram açaí, romã, cranberry e blueberry, até então consideradas superfrutas devido às sua capacidade antioxidante. No entanto, as sementes de cacau, componentes principais do chocolate, superaram as outras com sua capacidade antioxidante superior.

sábado, 9 de abril de 2011

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: A pirâmide alimentar de quem quer emagrecer

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: A pirâmide alimentar de quem quer emagrecer: " Esta pirâmide alimentar, criada pela Clínica Mayo, foi pensada nas necessidades de quem quer perder peso e investe nos alimentos men..."

A pirâmide alimentar de quem quer emagrecer

 

A pirâmide propõe como base de uma refeição equilibrada estes alimentos volumosos e fibrosos que trazem mais sacidade, além de muitas vitaminas e minerais para manter a vitalidade.
Na sequência, a pirâmide destaca os grãos integrais, que trazem energia e, ao contrário dos alimentos com carboidrato refinado, não elevam rapidamente as taxas de açúcar no sangue, que elevam os picos de insulina e favorecem gordura abdominal.
Num lance acima da pirâmide, indica os alimentos ricos em proteínas magras ou fonte de gorduras saudáveis, as gorduras insaturadas, que diminuem o LDL colesterol (colesterol ruim). Em seguida e em menor quantidade há o grupo das gorduras saudáveis (insaturadas), como as castanhas, que devido ao seu alto valor calórico, devem ser consumidas em uma pequena quantidade.
Por último, sugere um consumo mínimo de açúcares, restrito a 75 calorias ao dia.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Exercícios físicos liberam substâncias que combate...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Exercícios físicos liberam substâncias que combate...: " As endorfinas dão sensação de paz e tranquilidade ao organismo A prática de exercícios é uma maneira natural e saudável para prev..."

Exercícios físicos liberam substâncias que combatem a depressão

 
As endorfinas dão sensação de paz e tranquilidade ao organismo
 
A prática de exercícios é uma maneira natural e saudável para prevenir e combater a depressão. Correr, pedalar ou fazer qualquer outra atividade regular melhora também a ansiedade.

Isso acontece porque os exercícios vigorosos como os aeróbicos fazem o organismo produzir um coquetel bioquímico que inclui neurotransmissores (necessários para a comunicação das células do sistema nervoso) com a endorfina, associada às sensações de bem-estar e euforia.

Quando praticado regularmente, o exercício cria uma boa dependência e sua falta elimina a produção da substância que dá a sensação de prazer. A atividade aeróbica regular reduz a ansiedade e uma caminhada rápida por 20 a 30 minutos é excelente para diminuir o estresse.

Os efeitos benéficos proporcionados pela atividade física podem ser sentidos num período de 3 a 4 semanas. Nesse tempo, o indivíduo vê melhorar a sua autoestima e começa a sentir os efeitos benéficos proporcionados pelo corpo em movimento como o aumento da disposição.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Vasco x ABC - Copa do Brasil

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Vasco x ABC - Copa do Brasil

Vasco x ABC - Copa do Brasil


Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Do fundo do poço à boa fase: a recuperação em seis...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Do fundo do poço à boa fase: a recuperação em seis...: " Time que teve o pior início de Campeonato Carioca de sua história dá a volta por cima, reconquista a torcida e vira o Trem-Bala da Col..."

Do fundo do poço à boa fase: a recuperação em seis capítulos

 

Time que teve o pior início de Campeonato Carioca de sua história dá a volta por cima, reconquista a torcida e vira o Trem-Bala da Colina

Por Fred Huber Rio de Janeiro
Foi suado, tenso, mas a vitória por 2 a 1 sobre o ABC-RN, de virada, colocou o Vasco nas oitavas de final da Copa do Brasil e deu sequência à boa fase. Na Taça Rio, o momento também é positivo, com a a liderança do Grupo A (13 pontos) e a vaga encaminhada para a semifinal. O atual clima de otimismo e euforia da torcida com o Trem-Bala da Colina é bem diferente do que se via há três meses, no início da Taça Guanabara.
As quatro derrotas seguidas nas primeiras rodadas, sendo três delas para times de menor expressão, deram ao Vasco o incômodo feito de pior início de estadual de toda a sua história. A crise fez vítimas para todos os lados. A torcida protestou, xingou, pichou... Carlos Alberto saiu, Felipe ficou após um breve afastamento. Paulo César Gusmão foi embora com sua comissão técnica. Novos jogadores chegaram.
O escolhido para tentar comandar a retomada vascaína foi o técnico Ricardo Gomes. Até o momento, a contratação tem rendido bons frutos. Na análise que faz do seu trabalho até agora, ele acredita que o mais importante foi o trabalho de recuperação da então abalada confiança dos jogadores. Gomes disse que a sorte também é um componente importante. Ele lembrou que nos últimos jogos, contra Bangu e ABC, os adversários tiveram expulsões que mudaram o rumo das partidas.
muro pichado vasco são januário (Foto: André Durão / Globoesporte.com)Muro pichado em São Januário durante a crise
(Foto: André Durão / Globoesporte.com)
- Agora temos confiança, que foi conquistada através dos resultados. Sem isto, ninguém joga. Time bom vira mais ou menos. Hoje a equipe sabe o que faz em campo. Quando joga mal no primeiro tempo, sabe como melhorar na segunda etapa. Acho que o fundamental é isto mesmo: confiança. No primeiro clássico que jogou, contra o Flamengo, o Vasco vinha de três derrotas. Acho que agora a sorte mudou de lado. Nos dois últimos jogos, tivemos um atleta adversário expulso, o que sempre faz diferença. Faz parte do jogo - analisou o comandante.
Ricardo Gomes tem 11 partidas à frente do time e apresenta bons números. Foram oito vitórias, dois empates e apenas uma derrota. O aproveitamento de pontos é de 78%.
Confira em capítulos a trajetória do Vasco até se livrar da crise:
Capítulo 1: saída de Carlos Alberto
Ídolo da torcida cruz-maltina, o meia foi considerado um dos vilões da crise. Junto com Felipe, o camisa 19 foi afastado do elenco após discutir com o presidente Roberto Dinamite quando houve uma cobrança mais forte no vestiário após a derrota para o Boavista, no Engenhão. Felipe se entendeu com o dirigente e foi reincorporado. No caso de Carlos Alberto, a diretoria considerou que ele não mostrou interesse em ficar na Colina. O jogador chegou a receber um dirigente em sua casa, mas ainda assim não houve avanço. Ele nem conversou com Roberto Dinamite, que determinou que houvesse o empréstimo.
O fim da história é que Carlos Alberto foi para o Grêmio. Embora ele seja querido na Colina, pessoas do clube acharam que a saída foi boa porque consideram que o jogador não exercia uma liderança positiva. Além disso, apesar do discurso que era repetido quantas vezes fosse preciso, havia diferenças entre ele e o técnico Paulo César Gusmão. A saída do camisa 19 abriu espaço na folha salarial, e a diretoria se lançou ao mercado em buscar de reforços.

Capítulo 2: mudança da comissão técnica
PC Gusmão assumiu o comando do time em uma situação dramática, na penúltima posição do Brasileiro de 2010, e levou o Vasco até uma vaga na Sul-Americana. Durante esse período, houve divergências entre o técnico e dirigentes, que passaram a defender a mudança de treinador para 2011. No início deste ano, os resultados ficaram bem abaixo do esperado.
Mais do que as derrotas, o estopim para a saída do treinador foi a desconfiança que pairou sobre ele. Dentro da diretoria havia a informação de que ele havia vazado para a imprensa a discussão entre Roberto Dinamite e Carlos Alberto no vestiário após a derrota para o Boavista, além de outros episódios anteriores.
Após a saída de PC, chegou um técnico com as "características ideais", de acordo com a visão dos dirigentes, embora Ricardo Gomes não tenha sido o primeiro a ser procurado. Mais estável, discreto e bom de papo, ele conseguiu recuperar a confiança abalada dos jogadores - e logo os  bons resultados, como o 9 a 0 sobre o América, começaram a aparecer.

Capítulo 3: melhora física no decorrer da competição
Dede elton felipe bernardo vasco treino (Foto: Maurício Val / FOTOCOM.NET)Dede, Elton, Felipe e Bernardo no treino físico do
Vasco (Foto: Maurício Val / FOTOCOM.NET)
Dentro do clube, a avaliação foi de que a pré-temporada em Atibaia foi muito bem realizada. Mesmo assim, e com a maioria dos atletas se apresentando com o percentual de gordura dentro do que havia sido estipulado, a equipe teve muitas dificuldades na parte física no início do campeonato. Os recém-contratados e os mais experientes, como Felipe, foram os que mais sofreram. Com o decorrer dos jogos, o time teve uma evolução gradativa, aproveitando o período que ficou sem jogar, durante as semifinais da Taça Guanabara.
No aspecto da preparação física, a mudança de comissão técnica também parece ter feito bem aos jogadores, apesar de o trabalho anterior, comandando por Jorge Sotter, ser elogiado. O lateral-esquerdo Ramon, por exemplo, disse que os atletas treinam com a mesma intensidade, mas com a "cabeça menos cansada" com a nova metodologia, agora sob a responsabilidade de Rodrigo Poletto.

Capítulo 4: chegada de reforços
Talvez a principal explicação para o salto de qualidade do Vasco dentro do Carioca tenha sido a contratação de jogadores experientes e de qualidade reconhecida, como Diego Souza (Atletico-MG), Alecsandro (Internacional) e Leandro (Grêmio). Os três jogadores estavam encostados em outros clubes. No início da competição, a diretoria chegou a avisar que só pensava em reforços para o Brasileiro. A crise de resultados acelerou o processo.
Ricardo Gomes agradeceu e passou a ter mais opções por setor. O time evoluiu. Logo na estreia, Diego Souza fez um bonito gol e abriu o caminho da vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo.

vasco x volta redonda jeferson (Foto:  Alexandre Loureiro / FOTOCOM.NET   )Jeferson, uma das opções do meio-campo
(Foto: Alexandre Loureiro / FOTOCOM.NET )
Capítulo 5: concorrência acirrada
A presença de novos jogadores aumentou, e muito, a concorrência por uma vaga entre os titulares. Especialmente do meio de campo para frente. Jeferson, que vinha bem, foi para o banco após a chegada de Bernardo e Diego Souza. Em alguns jogos, nem foi relacionado. Além dele, Ricardo Gomes conta, por exemplo, com Leandro e Elton, boas opções para o setor ofensivo, no banco de reservas. Isso sem falar no jovem Bernardo, que vem entrando muito bem no time. Os atletas se deram conta de que têm que matar um leão a cada jogo para seguir entre os 11.
A forte concorrência chegou a fazer uma vítima. O atacante Marcel, contratado no início do ano, resolveu aceitar uma proposta da Coreia depois de perceber que teria problemas para disputar vaga com Elton, que já tinha moral dentro do Vasco por causa da artilharia do time em 2009.

Capítulo 6: a ressurreição de Felipe
As contratações foram importantes, mas a evolução de Felipe talvez tenha sido o principal "reforço". No início do Carioca, o meia de 33 anos não rendeu o que dele se esperava e caiu em desgraça com a torcida. Foi muito xingado nos estádios e hostilizado em pichações nos muros de São Januário. Na época, foi até afastado por uma semana pela diretoria. Depois que foi reincorporado, só evoluiu.
A prova final foi o show dado na goleada por 4 a 0 sobre o Bangu, na última rodada da Taça Rio, em São Januário. O camisa 6 fez gol e participou de todos os outros três. Na partida anterior, contra o ABC, pela Copa do Brasil, o consenso após o 0 a 0, em Natal, foi que a equipe havia sentido a falta de Felipe.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Romã: a fruta promove milagres à saúde

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Romã: a fruta promove milagres à saúde: " Seu poder antioxidante é maior do que o do vinho, diz estudoA romã, aquela fruta cheia de caroços, que traz a crença de atrair dinheir..."

Romã: a fruta promove milagres à saúde

 
Seu poder antioxidante é maior do que o do vinho, diz estudo
A romã, aquela fruta cheia de caroços, que traz a crença de atrair dinheiro, é riquíssima para a saúde. Seu poder antioxidante é mais poderoso do que o do vinho tinto. A descoberta é de um estudo da Embrapa Agroindústria de Alimentos e a UFRJ.

Os pesquisadores constataram que a romã tem alto teor de flavonóides e outros potentes antioxidantes, como vitamina C e também age contra o câncer. Cientistas da Universidade da Califórnia descobriram também que o suco de romã diminui a velocidade de aumento do antígeno prostático, o PSA, responsável pelo tumor maligno.

Como antioxidante, a fruta auxilia na eliminação de radicais livres no organismo. A romã pode ser consumida em pó ou em suco. Há também quem a prepare fazendo um chá com sua casca.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Estudo revela que falta de sono pode causar impotê...

Preparador Físico Futebol Profissional - RODRIGO POLETTO: Estudo revela que falta de sono pode causar impotê...: "Homens que dormem mal têm três vezes mais risco de ter disfunção erétilA falta de sono faz muito mal à saúde do homem. Um estudo recente da ..."

Estudo revela que falta de sono pode causar impotência

Homens que dormem mal têm três vezes mais risco de ter disfunção erétil
A falta de sono faz muito mal à saúde do homem. Um estudo recente da Universidade Federal de São Paulo, a Unifesp, comprovou que dormir pouco provoca distúrbios sexuais. Dentre eles, a impotência.

O estudo foi realizado com ratos. Ao serem privados do sono, os animais se mostravam excitados, porém, não conseguiam fazer a penetração na fêmea. Eles tiveram assim a sua função erétil comprometida.

De acordo com o estudo, homens que dormem mal têm três vezes mais risco de ter disfunção erétil. A explicação para o problema é a seguinte: a falta de sono reduz a produção de testosterona, hormônio sexual masculino.

A privação do sono também causa estresse, envelhecimento precoce, obesidade, problemas cardiovasculares, aumento do risco de diabetes e aumento do colesterol. Dormir pouco ou quase nada estimula a produção do hormônio da fome e reduz o hormônio da saciedade, o que aumenta a gordura corporal.
udo revela que falta de sono pode causar impotência
Homens que dormem mal têm três vezes mais risco de ter disfunção erétil
A falta de sono faz muito mal à saúde do homem. Um estudo recente da Universidade Federal de São Paulo, a Unifesp, comprovou que dormir pouco provoca distúrbios sexuais. Dentre eles, a impotência.

O estudo foi realizado com ratos. Ao serem privados do sono, os animais se mostravam excitados, porém, não conseguiam fazer a penetração na fêmea. Eles tiveram assim a sua função erétil comprometida.

De acordo com o estudo, homens que dormem mal têm três vezes mais risco de ter disfunção erétil. A explicação para o problema é a seguinte: a falta de sono reduz a produção de testosterona, hormônio sexual masculino.

A privação do sono também causa estresse, envelhecimento precoce, obesidade, problemas cardiovasculares, aumento do risco de diabetes e aumento do colesterol. Dormir pouco ou quase nada estimula a produção do hormônio da fome e reduz o hormônio da saciedade, o que aumenta a gordura corporal.